O Desapego Da Folha- Conto!

12743981_1092120260809716_3819801041276600567_n

E

quando me

desprendi

da árvore da minha vida,

para deixar ser levada

pelo vento,

em busca de outros horizontes…

Primeiro ardi

em solo quente.

Já experimentando

do que eu poderia enfrentar.

E mesmo assim,

não desisti!

Relutei para não voltar.

Precisava

encontrar outros ares.

Outros sonhos.

Até que quase seca da desilusão.

O vento…

uma quase brisa mansa,

me levou.

Viajou comigo,

por lugares que nunca conheci.

Vi mares, rios e até lagoas.

Eu fiquei maravilhada.

Mergulhei em alegrias e decepções,

durante a minha viagem.

Voei, feito borboletas.

Até consegui um solo fresquinho,

onde ali fiquei.

Longe de tudo e de todos.

longe até da minha árvore que nasci.

Foi o meu livre arbítrio.

Mas a tenho em minhas lembranças.

Mesmo porque,

quando nós folhas

nos desprendemos,

é para sempre!

Não dá para voltar…

Mas para minha sorte.

Uma colecionadora de sonhos.

Me colheu.

de mim cuidou.

Limpou-me e guardou-me,

junto as suas relíquias na estante.

Eu sempre fui uma folha vistosa.

E ela por mim, se encantou.

Virei até poesia.

pois mesmo seca,

guardava em mim…

A beleza da vida.

E para minha felicidade.

Fui morar,

próxima a árvore que eu nasci.

Pois o lugar onde hoje vivo.

É ao lado da árvore que me deu a vida.

Essa foi a minha trajetória.

Vivi outras emoções.

Tive a liberdade.

Sofri.

Mas realizei,

o que eu tinha em sonhos!

Hoje,

posso aqui ficar em paz.

Daqui…

Me chega o cheiro

da família.

Das flores minhas irmãs.

Dos perfumes inesquecíveis.

Sou uma folha,

imensamente feliz!

Dayse Sene

Imagem( Colhida do perfil de Antonio Fernando Ribeiro-Facebook)

 

Deixe uma resposta

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
Pular para a barra de ferramentas